Artigo do Estadão – “Educadores precisam entender o pensamento do autista”

“No Brasil, aproximadamente 2 milhões de pessoas têm o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). Para a psicopedagoga Dayse Serra, o processo de alfabetização e de educação das crianças só funciona quando professores e pedagogos compreendem esse universo.

“Um dos primeiros desafios da criança com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) é a escola. Por causa de suas dificuldades na fala, ao transmitir emoções, de entendimento da linguagem subliminar, de expressões faciais e até de mudanças de tom da voz, ela muitas vezes não consegue compreender explicações da professora e as histórias de livros”, afirma a psicopedagoga Dayse Serra, doutora em psicologia clínica e colaboradora da Neuro Saber.

Para a especialista, falta de habilidade de professores e pedagogos que não sabem como se processa o pensamento de um autista dificulta muito a alfabetização, tornando impossível que a criança desenvolva a capacidade de ler e entender o mundo em sua volta.

“Disseram que meu filho era mimado”, diz mãe de jovem autista

 

Leia o artigo na íntegra aqui.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s